Priorize o que é importante.


Uma vez, em uma imersão, pedi para conversar com o professor que nos conduzia naquele processo. Eu precisava tomar uma decisão, mas não sabia que caminho seguir.


Aproximei-me, sentamos, expus minha inquietação e esperei pela resposta que iria me levar à decisão mais acertada. Ele respirou, silenciou... olhou para mim com ternura e respondeu:


“Priorize o que é importante.”


Foi a minha vez de silenciar e respirar. Agradeci, e ele, com o mesmo olhar de ternura e silêncio, inclinou a cabeça, como quem se despede após a missão cumprida.


Com meus botões, pensei: “Mas eu sei o que é importante pra mim!” Respirei e, para os mesmos botões, perguntei: “Mas eu sei mesmo o que é importante pra mim?” Respirei novamente, e revelei aos botões: “Mas eu não estou conseguindo priorizar o que é importante pra mim.”


Os oráculos costumam revelar processos internos que estão vivos em nós, mas nem sempre os percebemos. Meu professor foi meu oráculo.


Constatei que não estava consciente do que era genuinamente importante e, por isso, minhas decisões estavam difíceis de serem tomadas naquele momento.


Priorizar o que é importante para nós nem sempre é fácil. Às vezes pode confrontar o que imaginamos ser demandado pelos outros, ou pode não corresponder à imagem que idealizamos para o mundo e, para agradar ou pertencer, silenciamos nossas escolhas.


Queremos ser amados e, às vezes pagamos o preço de abrir mão do que nos levará à autorrealização, por acreditar que o amor vem pela barganha e nos desconectamos do que pode dar sentido à vida.


Priorizar o que é importante nos devolve a responsabilidade pela condução de nossa vida e nos tira do lugar de vítima do destino. Há variáveis que não controlamos, claro! Mas há muitas variáveis que dependem de nós e não nos comprometemos com elas.


Eu entendi o que precisava priorizar e naquele momento, com esforço, consegui decidir.


Há decisões que nos desconectam do caminho de autorrealização e há decisões que nos levam ao encontro de nosso coração. Lá habitam todas as respostas que nutrem a vida, mas precisamos de muito silêncio para escutar.

Posts Em Destaque