Nossa história profissional mora em cada passo dado rumo ao que acreditamos.



Ontem escutei uma amiga contar sua história profissional. Tudo que viveu e construiu até hoje e ainda deseja construir.


Senti... pensei... sobre muito que foi dito...

Será isso o sucesso?


Será que existe um único conceito que englobe toda a travessia que uma pessoa faz para trabalhar com o que acredita?


Quando olhamos uma pessoa que consideramos bem sucedida vemos conquistas, ganhos, visibilidade. Vemos a "linha de chegada".


Nossa história profissional mora em cada passo dado rumo ao que acreditamos.

Celebremos os sucessos nossos de cada dia.


Apreciemos também o percurso.


Apreciemos a vontade que cresce em cada coração e pulsa o desejo genuíno de fazer do trabalho um ofício do servir.


Apreciemos as portas fechadas, os "nãos" recebidos, pedras que se unem e se tornam pontes para novos caminhos.


Apreciemos o medo que chega sinalizando os passos de coragem que precisarão ser trilhados, apesar de.


Apreciemos a tristeza que acompanha as lágrimas e aponta que a solidão é certa... mas o amparo também.


Apreciemos a autocompaixão que abraça dentro as vulnerabilidades que pedem espaço de expressão.


Apreciemos a fé que sustenta os passos, a esperança que ilumina o caminho, a resiliência que colore o horizonte.


Apreciemos a força de quem acredita que é possível tornar o trabalho fonte de sentido, de vida e de encontro.


Apreciemos a bravura de quem faz daquilo que recebe da vida uma grande oportunidade de Ser... Humano.


Sucesso? Entendi ao ouvi-la que é poder realizar o que pede o coração.


Flávia.


Posts Em Destaque